Posts Tagged ‘Sapatos’

Que sapato usar?

novembro 30, 2009

Na hora de escolher o sapato que mais combina com você, algumas regras devem ser lembradas para você acertar sempre:
– Vestido de alças e com grandes decotes não comportam sapatos fechados porque carregam o visual. As sandálias com tiras finas são sempre mais apropriadas.
– Os sapatos fechados combinam com vestidos menos decotados e com tecidos mais grossos.
– A antiga regra de que a bolsa deveria combinar com o sapato não precisa mais ser seguida. Esses acessórios podem – e às vezes até devem – ser de cores diferentes.
– Para o verão, as plataformas são confortáveis e agora super coloridas.
– As cores fluorescentes também chegam com tudo, mas cuidado com os excessos.
– Quem não se sente confortável em saltos finos pode investir nos saltos mais grossos que estão em alta.
– As sapatilhas são charmosas e vão bem com calça skinny e vestidos leves.
– Para roupas esportivas, tênis são os mais adequados.
– Saltos finos estão para festas assim como festas estão para saltos finos.
– Botas podem ser combinadas com calças, saias e vestidos.

Agora escolha o que mais te agrada e divirta-se!!

Leia também:
História do sapato

Sapatomania

novembro 30, 2009

Sapatos não passavam de mais um item no armário das mulheres. Isso até o surgimento de Carrie Bradshaw, personagem da atriz Sarah Jéssica Parker em Sex & The City. Carrie é uma escritora louca por sapatos, especialmente os do estilista Manolo Blahnik.

A personagem gastava cerca de U$500 por par do estilista. E foi ela quem o tornou conhecido mundialmente. Em um certo episódio, Carrie faz as contas de quanto dinheiro tem em pares de sapato: U$40.000,00.

Hoje Blahnik perdeu o posto de estilista de calçados estrelado para Christian Louboutin. Viu uma famosa usando um sapato lindo com sola vermelha? Pode ter certeza de que ela está usando Louboutin, pois essa é a marca registrada de seus “pisantes” ultra chiques.

 

 

Leia também:
História do sapato

Qual o sapato certo?

Por Roberta Roth

História do sapato

novembro 30, 2009

Sapato de couro de 800 a 400 a.C. Sapato alemão de couro do século II

O sapato surgiu como uma peça do vestuário com a finalidade de proteger os pés. Nos países frios, o mocassim e as botas serviam como protetores e aquecedores para os pés, ao passo que, nos países mais quentes, usavam-se mais a sandália e o chinelo, protegendo o pé, mas sem o abafar.

Hoje, esta peça transcendeu sua finalidade inicial e serve como adorno e acessório de moda, tendo também uma função social.

Sapatomania

Muitos atribuem aos egípcios a arte de curtir couro e fabricar sapatos, porém, existem evidências de que os sapatos foram inventados muito antes, no final do Período Paleolítico.
Existem evidências que a história do sapato começa a partir de 10 mil a.c, ou seja, no final do Paleolítico, pois pinturas desta época, em cavernas na Espanha e no sul da França, fazem referência ao calçado.Entre os utensílios de pedra dos homens das caverna existem vários que serviam para raspar as peles, o que indica que a arte de curtir é muito antiga.

Na Roma Antiga, o calçado indicava a classe social. Os cônsules usavam sapato branco, os senadores sapatos marrons presos por quatro fitas pretas de couro atadas a dois nós, e o calçado tradicional das legiões era a bota de cano curto que descobria os dedos.

Na Idade Média, tanto homens como mulheres usavam sapatos de couro abertos que tinham uma forma semelhante ao das sapatilhas. Os homens também usavam botas altas e baixas, atadas à frente e ao lado. O material mais corrente era a pele de vaca, mas as botas de qualidade superior eram feitas de pele de cabra.

A padronização da numeração é de origem inglesa. O rei Eduardo I foi quem uniformizou as medidas. A primeira referência conhecida da manufatura do calçado na Inglaterra é de 1642, quando Thomas Pendleton forneceu quatro mil pares de sapatos e 600 pares de botas para o exército. As campanhas militares desta época iniciaram uma demanda substancial por botas e sapatos.

Em meados do século XIX começaram a surgir as máquinas para auxiliar na confecção dos calçados mas, só com a máquina de costura o sapato passou a ser mais acessível.

A partir da quarta década do século XX, grandes mudanças começam a acontecer na Indústria calçadista, como a troca do couro pela borracha e pelos materiais sintéticos, principalmente nos calçados femininos e infantis.

Fonte: Wikipedia

O salto da Sabrina

novembro 30, 2009

Os saltos baixinhos ficaram famosos por enfeitarem os pés da atriz Audrey Hepburn no filme Sabrina. O par romântico de Audrey no filme era só um pouquinho mais alto que ela, por isso ela não podia usar saltos altos.

 Com até 5cm de altura, o salto Sabrina é símbolo de elegância e refinamento. O melhor é que combina com quase todo tipo de roupa. É ideal para ocasiões festivas durante o dia, para o trabalho e eventos mais descontraídos à noite.

Leia também:
História do sapato

Por Roberta Roth

Sneaker culture

novembro 30, 2009

Foi-se o tempo em que tênis era apenas um calçado confortável. Desde os anos 80 vêm se acompanhando uma onda de culto aos tênsi, sneakers em inglês. Com a volta da moda oitentista, veio junto a cultura dos sneakers.

 Há quem pague valores absurdos por um par de um modelo raro, usado por algum famoso ou um design que tenha saído de linha. Os mais procurados são os Dunks, da Nike, linha que fez muito sucesso na década de 80 e que agora conta com novas versões.

 E não pense que estes tênis são para ser usados. Não, eles vão ficar guardados ou expostos, mas vão se manter intactos. A mania tem muito mais adeptos do sexo masculino do que feminino, já que para a maioria das mulheres sapatos são mais importantes que tênis.

Por Roberta Roth