Posts Tagged ‘Brincos’

Acessórios e suas combinações

novembro 23, 2009

 

 Os acessórios tem o poder de dar um acabamento a imagem. É um arremate, o toque final à roupa, a sua assinatura de estilo. Algumas dicas podem ajudar na hora de combinar seu look com acessório certo.

Jeans: É um estilo mais casual e combina com todos os tipos de bijuterias, com exceção dos colares de pérolas, mas com contas peroladas misturadas a demais materias vai dar um estilo “sport-chique”, vai ficar bem moderno.

Blazer e calça social: Combina com colares delicados em pérola ou bijuterias mais sociais, mais finas. Correntes, canudos e flores vão combinar bem com o traje e com a primavera.

Roupa de festas: Use bijuterias discretas, pois a roupa certamente já chamará atenção por si só. Uma pulseira ou colar de perolas realça o look sem desviar a atenção da roupa.

T-Shirt: Pode-se usar bijuterias ultra coloridas, ou em tons de preto, desde que tenha detalhes em metal para deixar o visual mais vivo. Para compor um look mais sofisticado, invista em um chapéu em tons claros.

Roupas estampadas: Escolha uma bijuteria sóbria e combinando com uma das cores da roupa.

Decotes: Cautela na profundidade do decote. Decotes exagerados não combinam com bijuterias chamativas. Bacana fica usar um decote mais “comportado” e uma bijuteira que caia logo abaixo dele, ou então que fique um pouco acima. A idéia é valorizar o busto.

Cabelos Curtos: Use brincos pequenos, mas determinados “brincões”, ficam ultra-modernos se acompanhados de atitude e com roupas mais fashion.

Cabelos Compridos: Use brincos grandes, evite os brincos pequenos que desaparecerão em sua orelha. Óculos de sol ficam bem em qualquer comprimento.

Tons Degradê: Combine a roupa com os tons da bijuteria, colar mais escuro ou vice-versa.

Por Rosanna Ramos
Fonte: Domínio da Moda

Anúncios

História do Brinco

novembro 23, 2009

Eles enfeitam, seduzem, embelezam, e reforçam os traços de qualquer pessoa. Apesar de não haver um estudo certo sobre a história dos brincos, sabe-se que chineses usavam agulhas de ouro, acupuntura, para endurecer as gônadas das jovens meninas para terem filhos. Contudo, ao passar na rua, as mulheres percebiam que as agulhas atravessadas na orelha deixavam as meninas mais belas. Tornando a agulha além de medicinal, um objeto de adorno.

Dicas de brincos

Outra lenda árabe conta que, a origem do brinco se dá quando, a esposa extremamente ciumenta percebe as intenções do esposo para a escrava. E, em um momento de ódio, ela perfura os lóbulos das orelhas da escrava. Arrependida, ela trata as feridas, e percebe que deixara dois furos e para se redimir de seu ato cruel, ela coloca no lugar duas argolas de ouro. Tornando a jovem escrava mais atraente.

Sejam eles, grandes ou pequenos, de prata ouro ou bijuteria, o fato é que, independentemente do lugar onde são usados, os brincos transcendem gerações da vaidade e elevam o ego, trazendo sensação de bem estar e auto-estima. 

Por Kelly Betina Veronez
Fonte: Wikipedia