Posts Tagged ‘Bolsas’

Acessórios e suas combinações

novembro 23, 2009

 

 Os acessórios tem o poder de dar um acabamento a imagem. É um arremate, o toque final à roupa, a sua assinatura de estilo. Algumas dicas podem ajudar na hora de combinar seu look com acessório certo.

Jeans: É um estilo mais casual e combina com todos os tipos de bijuterias, com exceção dos colares de pérolas, mas com contas peroladas misturadas a demais materias vai dar um estilo “sport-chique”, vai ficar bem moderno.

Blazer e calça social: Combina com colares delicados em pérola ou bijuterias mais sociais, mais finas. Correntes, canudos e flores vão combinar bem com o traje e com a primavera.

Roupa de festas: Use bijuterias discretas, pois a roupa certamente já chamará atenção por si só. Uma pulseira ou colar de perolas realça o look sem desviar a atenção da roupa.

T-Shirt: Pode-se usar bijuterias ultra coloridas, ou em tons de preto, desde que tenha detalhes em metal para deixar o visual mais vivo. Para compor um look mais sofisticado, invista em um chapéu em tons claros.

Roupas estampadas: Escolha uma bijuteria sóbria e combinando com uma das cores da roupa.

Decotes: Cautela na profundidade do decote. Decotes exagerados não combinam com bijuterias chamativas. Bacana fica usar um decote mais “comportado” e uma bijuteira que caia logo abaixo dele, ou então que fique um pouco acima. A idéia é valorizar o busto.

Cabelos Curtos: Use brincos pequenos, mas determinados “brincões”, ficam ultra-modernos se acompanhados de atitude e com roupas mais fashion.

Cabelos Compridos: Use brincos grandes, evite os brincos pequenos que desaparecerão em sua orelha. Óculos de sol ficam bem em qualquer comprimento.

Tons Degradê: Combine a roupa com os tons da bijuteria, colar mais escuro ou vice-versa.

Por Rosanna Ramos
Fonte: Domínio da Moda

Anúncios

História da Bolsa

novembro 23, 2009

   

Seja ela bordada em tapeçaria, com malhas de metal, ou ostentando o luxo da Belle Epoque. O fato é que, com o passar dos anos, a bolsa cada vez mais se consolida como um acessório indispensável para guardar desde itens pequenos, como batom ou brincos, a livros e pecas do vestuário. Relatos históricos comprovam sua existência muito antes da Idade Media. As bolsas também fizeram historia nos séculos XVI, XVII, XVIII, XIX e XX. E através da bolsa que, artistas como Paul Poiret, Gabrielle Chanel, Emilio Pucci, Mary Quant, e o consagrado Louis Vuitton, alcançaram o sucesso. E por meio da arte e da moda, a bolsa evoluiu ao longo das décadas: 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, e 90.

Não existe na história, referências de como seria a primeira bolsa. Mas desde o início dos tempos a comunicação já estava enraizada na vida humana e os povos primitivos já retratavam uma série de símbolos através das pinturas rupestres (pinturas em rochas). Esses povos registraram através dos desenhos seus costumes. Foram achados pinturas com imagens femininas com bolsa penduradas no braço. Os grupos pré-históricos eram nômades e se deslocavam de acordo com a necessidade de obter alimentos. Como já haviam descoberto que a pele dos animais servia para a proteção do corpo, podem ter desenvolvido também um sistema de receptáculos para carregar e proteger suas caças.

Uma das primeiras citações sobre bolsa feminina, encontra-se na Bíblia, no livro de Isaías, capítulo 3:16, que diz:

Naquele dia tirará o Senhor os seus enfeites: os anéis dos artelhos, as toucas, os colares em forma de meia-lua, os brincos, os braceletes, os vestidos, os diademas, as cadeias dos artelhos, os cintos, os amuletos, as caixinhas de perfumes, os mantos, os xales, as bolsas, os espelhos as capinhas de linho e as tiaras.

(Essa palavras foram escritas entre os anos de 750 a.C.)

O Alforje– era um saco de couro que podia ser usado na cintura, nos ombros ou na sela dos animais. Foi a bolsa utilizada principalmente pelos homens para carregar alimentos ou dinheiro durante a Idade Antiga.

Por Kelly Betina Veronez
Fonte: Sinacouro